EN / PT
Galeria Luciana Brito

LB News

Rio é sede de nova bienal de arte contemporânea

A TRIO Bienal – Bienal Tridimensional do Rio de Janeiro 2015 integra as comemorações do aniversário de 450 anos da cidade

Tiago Tebet, Estrutura Fundamental, 2015
1/4

Com abertura em 5 de setembro e visitação até 26 de novembro, a TRIO Bienal é uma mostra internacional de arte contemporânea em torno do tridimensional, dividida em dois módulos: um principal, intitulado Quem foi que disse que não existe amanhã?, e um paralelo, composto por exposições propostas por delegações internacionais.

 

Dentre os participantes da mostra principal, estão Tiago Tebet, Marina Abramović, Raphaël Zarka, Tobias Putrih e Fyodor Pavlov-Andreevich. Com curadoria de Marcus Lontra, a mostra abrange não apenas esculturas, instalações e objetos, como também pesquisas que compreendem o tridimensional como um campo ampliado, sejam elas desenvolvidas em pintura, fotografia, performance, vídeo ou outros suportes. Tiago Tebet, por exemplo, conhecido por extrapolar suas investigações pictóricas para além do campo restrito da pintura, participa com “Estrutura fundamental”, peça de 2015 composta por acrílico sobre MDF, miolo de pão, fibras de cânhamo e entulhos, entre outros.

 

Marina Abramović apresenta “The Communicator” (Head 9), de 2012, uma peça emblemática de sua pesquisa sobre cristais e pedras preciosas e suas influências sobre o corpo e a mente humana. Raphaël Zarka, que tem na transposição de elementos da pintura para a escultura uma de suas investigações centrais, mostra “Prismatique”, 2013, um objeto em jatobá e concreto. Tobias Putrih, conhecido por instalações escultóricas com materiais simples e formas fraturadas, exibe “Niche”, de 2012. O russo Fyodor Pavlov-Andreevich, que trabalha com performance, artes visuais, texto, teatro e vídeo, irá apresentar uma obra interdisciplinar.

 

Quem foi que disse que não existe amanhã? acontece em três diferentes instituições: o Centro Cultural Oscar Niemeyer, o Memorial Vargas e o Museu Histórico Nacional. O segundo módulo, a Mostra Relevo, ocupa diversos espaços da cidade com representações nacionais de países que mantêm relações diplomáticas com o Brasil.

 

Acesse aqui o site da TRIO Bienal.